Conecte-se conosco

Polícia

Polícia Civil realiza operação contra MCs por suposta ligação com tráfico

Publicado

em

Polícia Civil realiza operação contra MCs por suposta ligação com tráfico

Desde a madrugada de hoje (25) a Polícia Civil cumpre uma série de mandados de busca e apreensão, e MCs de funk são parte dos alvos da Justiça. Eles são investigados por associação ao tráfico de drogas. Alguns dos alvos desta operação são os MCs Ryan SP, Salvador da Rima, Léo da Baixada, Pedrinho, Brinquedo, Hariel. Na internet, os cantores, que são destaque do funk e somam milhões de visualizações no YouTube, comentaram sobre a operação.

Polícia Civil realiza operação contra MCs por suposta ligação com tráfico

Em nota a produtora GR6 responsável pela carreira do MC Ryan SP, Salvador da Rima, MC Brinquedo e MC Hariel afirmou que está acompanhando o caso e prestando todo o apoio aos MCs. “Lamentamos os ocorridos desta madrugada e manhã do dia 25 de março de 2021.” A 44ª delegacia de Guaianases, na zona leste de SP é quem está conduzindo a investigação de que os artistas são alvo. O Ministério Público de São Paulo solicitou os pedidos de busca e apreensão e a juíza Carla Santos Balestreri autorizou. Os funkeiros foram encaminhados à delegacia para prestar depoimentos e liberados na sequência.

A Justiça autorizou no mandato a “apreensão de HDs, celulares e aparelhos eletrônicos” dentre outros objetos relacionados aos fatos investigados. A investigação iniciou após os artistas se apresentarem em uma adega localizada na zona leste de SP. Segundo indícios, o dono do estabelecimento é ligado ao Primeiro Comando da Capital (PCC) e que o pagamento dos cantores era realizado com dinheiro do tráfico.

“Agentes de todas as delegacias seccionais do Departamento de Polícia Judiciária da Capital (Decap) estão cumprindo mandados de busca e apreensão e de prisão na grande São Paulo, região metropolitana e litoral sul”, disse em nota a Secretaria de Segurança Pública. No dia 28 de fevereiro, o MC Salvador da Rima foi agredido com um mata-leão por PMs, técnica que é proibida pela corporação, durante uma abordagem na zona leste de São Paulo.

No Rio de Janeiro, a Polícia Civil pediu a prisão do MC Negão da BL, MC Poze do Rodo e outras 12 pessoas, todas pelo crime de associação ao tráfico de drogas.
Já o pagodeiro Belo foi detido em fevereiro por fazer show durante a pandemia. De acordo com a polícia do Rio, a apresentação de Belo no Complexo da Maré foi “capitaneada por um traficante local”. Ele foi acusado formalmente pelo crime de organização criminosa.

Para mais Noticias nas Redes


Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ Acessadas da Semana